Ampliada capacidade de conexão do PoP-SC com a RNP para 10 Gbps usando tecnologia DWDM

Em o PoP-SC recebe novos enlaces da RNP utilizando a tecnologia DWDM (Lambda de Fibra), como em , utilizando o IP sobre DWDM. Esta tecnologia permitiu a criação de uma nova rede sobre capacidade básica de transmissão Fibra x Lambda (sistemas multiplexados xWDM). O protocolo de transmissão POS (Packet Over SONET) continuou a ser utilizado.

Nesse momento ocorre uma mudança nos pontos de conexão do PoP-SC, que descontinua a conexão com Curitiba (PoP-PR) e passa a se conectar a São Paulo (PoP-SP) e Porto Alegre (PoP-RS). Em função da topologia da rede, embora cada um dos enlaces possua 10 Gbps a capacidade efetivamente disponibilizada para o é de 10 Gbps. Para implantar a conexão foi necessária a aquisição de equipamentos Juniper MX480 e Brocade MLX4.