Backbone da redeUFSC é ampliado através de cabo óptico

Em janeiro de 1991 foi instalado o primeiro segmento da rede de fibra ótica da UFSC conectando o CFM ao segmento de cabo instalado no final de 1990. A conexão foi realizada através de uma fibra ótica multimodo com  diâmetro do núcleo de 62,5 microns e  diâmetro da casca 125 mícrons, utilizando um repetidor Cabletron FR-3000 com 2 interfaces, uma para conectar a fibra óptica e a outro o  cabo coaxial. A conexão por meio de fibra óptica permitiu aumentar o alcance da rede e o volume de tráfego de dados entre o CFM e CTC, consequentemente com o NPD, permitindo aos pesquisadores desses centros uma melhor comunicação e compartilhamento de recursos.

Expansão do backbone redeUFSC com tecnologia FDDI

Em março de 1993 foi iniciada a expansão do backbone de fibra ótica no Campus Reitor João David Ferreira Lima da UFSC. Esta expansão foi viável graças aos recursos obtidos em 1992, através de projeto aprovado junto ao  MEC/SESU que permitiu o lançamento de cabos ópticos e o início da implantação de um backbone de 100 Mbps utilizando protocolo IP. Sua finalização se deu somente em 1994.

O segmento de backbone implementado contava com a tecnologia FDDI (Fiber Distributed Data Interface) 100 Mbps e Ethernet 10 Mbps. O FDDI é um padrão baseado em uma série de normas ANSI e ISO para a transferência de dados em rede locais (Local Area Network – LAN) através de fibra óptica. O backbone passou a interconectar todos os centros acadêmicos e as principais unidades administrativas via redeUFSC.

Os recursos permitiram a aquisição de: 3 concentradores IBM 8240 com 4 portas FDDI, 1 concentrador IBM 8240 com 8 portas FDDI, 1 concentrador digital com 6 portas FDDI, 1 concentrador Ethernet com 12 portas 10baseFL, 1 bridge FDDI/Ethernet com 1 porta FDDI-SAS e 1 porta Ethernet AUI, 10 servidores de rede, cabos óticos, conectores, servidores de rede da IBM de modelo RS/6000, concentradores FDDI (100 Mbps) e a ampliação de memória do IBM 3090 de 32 MB para 64 MB.

Realizada solenidade de inauguração da REMEP-FLN

A solenidade de inauguração da REMEP-FLN ocorreu no dia 25 de outubro de 2007, no auditório da reitoria da UFSC. Esta solenidade foi marcada pela primeira transmissão de um programa de TV Aberta com sinal gerado via Internet, demonstração de um dos benefícios que a rede de alta velocidade propicia. A solenidade foi exibida ao vivo pela TV Cultura, Canal 2.

Estiveram presentes representantes dos órgãos integrantes da REMEP-FLN, além dos técnicos e representantes das organizações usuárias RNP e dos pontos de presença de todo o país que participaram do 13º Seminário RNP de Capacitação e Inovação (SCI), evento que ocorreu em paralelo a solenidade.

Na data da inauguração, a rede entre em operação, havendo 36 campi conectados à REMEP-FLN com previsão de 45 até o final de 2007. Também era esperada a conclusão do projeto de rede wireless utilizando a tecnologia WiMAX para atender os locais sem viabilidade de fibra óptica.

Esta solenidade foi noticiada por diversos veículos de comunicação, podendo-se citar as seguintes matérias:

A REMEP-FLN chega ao município de Palhoça e conecta o campus UNISUL Pedra Branca

Em setembro de 2008 a REMEP-FLN chega a município de Palhoça. O cabo óptico foi lançado inicialmente  para conectar o campus Pedra Branca da UNISUL à REMEP-FLN. Este lançamento representou um aumento significativo da rede, com aproximadamente 11 km.

Expandir

Unisul-Pedra-Branca
Imagem aérea do campus UNISUL Pedra Branca conectado à REMEP-FLN em outubro de 2008

No dia 28 de outubro a UNISUL Pedra Branca passou a fazer parte da rede oficialmente, passando de uma conexão ATM de 6 Mbps via RCT-SC para uma conexão de 1 Gbps via REMEP-FLN. Todo o processo para incorporação do campus Pedra Branca foi iniciado em janeiro de 2008, com o acordo de cessão de uso das fibras entre UNISUL e RNP.