Articulações para a criação da REDECOMEP na região de Florianópolis

No ano de 2005 ocorreram as primeiras articulações para a criação de uma rede para Educação e Pesquisa na Região de Florianópolis no contexto da iniciativa REDECOMEP  (Redes Comunitárias para Educação e Pesquisa). A REDECOMEP é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que tem como objetivo implementar redes de alta velocidade nas regiões metropolitanas do país. O modelo adotado baseia-se na implantação de uma infraestrutura de fibras óptica voltada para as instituições de pesquisa e educação superior e na formação de consórcios entre as instituições participantes de forma a assegurar sua auto sustentação.

A primeira solicitação tratando a respeito da criação da rede metropolitana acadêmica da RNP na região de Florianópolis ocorreu através de e-mail em 11 de março de 2005. Neste, a RNP marca uma reunião com os representantes do PoP-SC e da UFSC em Florianópolis para o dia 17 de março de 2005. Motivados pela ideia da criação da rede, previamente à esta reunião, UFSC, PoP-SC e CIASC articularam uma possível parceria que ajudasse a promover a implantação da rede.

Na reunião entre RNP, PoP-SC e UFSC são iniciadas as articulações para criar a rede metropolitana acadêmica de Florianópolis. O estabelecimento desta rede levou em conta a parceria com o Governo do Estado, visto que nesta época o Governo também estava construindo uma infraestrutura de fibra óptica em Florianópolis (RMG – Rede Metropolitana Governamental) e a UFSC até então havia liderado iniciativas anteriores de criação da RMCT e da RMAV-FLN. Esta parceria é vista com bastante confiança por parte da RNP.

Expandir

email_resposta_criacao_remep
Primeira troca de e-mails referente à primeira reunião sobre a criação da possível rede metropolitana acadêmica da região de Florianópolis (REMEP-FLN)

Estabelecidas parcerias para criação da REDECOMEP na região de Florianópolis

No mês de maio de 2005, UFSCPoP-SC, FAPESC e CIASC se reúnem para discutir a criação da rede metropolitana para ensino e pesquisa na região de Florianópolis, sob a iniciativa REDECOMEP RNP. A partir desta reunião, foi formado um grupo de trabalho para realizar um estudo de viabilidade de criação da rede, realizada a formulação de convites para possíveis instituições interessadas em participar da rede, feito levantamento de informações e elaborado um pré-projeto.

A iniciativa REDECOMEP busca implementar redes de alta velocidade nas regiões metropolitanas do país servidas pelos Pontos de Presença (PoPs) do backbone da RNP, o que significa uma cobertura nacional. O modelo se baseia na implantação de uma infraestrutura de fibras ópticas próprias voltada para as instituições de pesquisa e educação superior e na formação de consórcios entre as instituições participantes de forma a assegurar sua auto sustentação.

Expandir

rmg-mapa-remep-rascunho
Mapa rascunho da RMG e REMEP-FLN

Apresentação do pré-projeto REMEP-FLN para a RNP

No mês de julho de 2005 ocorreu a primeira reunião com o coordenação nacional da iniciativa REDECOMEP da RNP, na qual foi apresentado o pré-projeto da REMEP-FLN. Até então, a conectividade metropolitana em Florianópolis era fornecida por enlaces providos pela RCT-SC.

Expandir

remep-fln-2007-20071025-SCI-13
Conexões municipais em Florianópolis pré REMEP-FLN

O pré-projeto possuía como parceiros estratégicos:

  • UFSC (SeTIC) e PoP-SC: contribuição com os recursos humanos, projeto, gerência e operação; 
  • PoP-SC/RNP: contribuição com recursos técnicos e financeiros, conectividade com a Internet (2 Gbps); 
  • FAPESC/CIASC: contribuição com recursos técnicos e financeiros, conectividade com a Internet (200 Mbps); 
  • CELESC: contribuição com recursos técnicos, infraestrutura óptica e com o compartilhamento de infraestrutura de passagem.

Assinado Memorando de Entendimentos para criação e manutenção da REMEP-FLN

O Primeiro Memorando de Entendimentos (MoU) com vistas a criação e manutenção da REMEP-FLN  é assinado no dia 21 de novembro de 2005 entre a RNP e 12 instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina na região de Florianópolis. As instituições que assinaram o MoU, juntamente com a RNP, são:

  • UFSC: Universidade Federal De Santa Catarina;
  • UDESC: Universidade do Estado de Santa Catarina;
  • FAPESC: Fundação de Apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Santa Catarina; 
  • EPAGRI: Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S.A; 
  • SAR: Secretaria da Agricultura e Desenvolvimento Rural de Santa Catarina; 
  • CIASC: Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina S.A;  
  • CEFET/SC: Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina; 
  • CIDASC: Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina; 
  • SED: Secretaria de Estado de Educação, Ciência e Tecnologia; 
  • SES: Secretaria de Estado da Saúde;  
  • UNISUL: Universidade do Sul de Santa Catarina;
  • ASSESC:  Associação de Ensino de Santa Catarina;