Backbone Ethernet / TCP/IP da início a redeUFSC

Em dezembro de 1990, é implantada a primeira rede local padrão Ethernet/TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol) da UFSC, que interligou diversas unidades do CTC e o NPD, dando assim início ao backbone da redeUFSC. A rede padrão Ethernet com CSMA/CD e capacidade de transmissão de 10 Mbps foi estabelecida utilizando a tecnologia de enlace 10BASE5, também conhecido como “Thick Ethernet” ou cabo coaxial grosso. O cabo foi adquirido com comprimento de 500 metros, limite da tecnologia, e foi lançado entre o prédio da engenharia mecânica e o prédio da direção do CTC na época, passando pelos prédios, departamentos e laboratórios que ficavam neste caminho, tais como NPD, EPS, EEL, INE, LCMI, LABSPOT, ARQ e ENS.

Expandir

diagrama-rede-UFSC-1
Diagrama do backbone da redeUFSC

A escolha por utilizar o Ethernet/TCP/IP se deu pelo fato de ser na época, a única solução independente de fornecedores e presente em quase todos os sistemas computacionais existentes em universidades.

Backbone da redeUFSC é ampliado através de cabo óptico

Em janeiro de 1991 foi instalado o primeiro segmento da rede de fibra ótica da UFSC conectando o CFM ao segmento de cabo instalado no final de 1990. A conexão foi realizada através de uma fibra ótica multimodo com  diâmetro do núcleo de 62,5 microns e  diâmetro da casca 125 mícrons, utilizando um repetidor Cabletron FR-3000 com 2 interfaces, uma para conectar a fibra óptica e a outro o  cabo coaxial. A conexão por meio de fibra óptica permitiu aumentar o alcance da rede e o volume de tráfego de dados entre o CFM e CTC, consequentemente com o NPD, permitindo aos pesquisadores desses centros uma melhor comunicação e compartilhamento de recursos.

Integração de recursos computacionais e sub-redes à redeUFSC

Em março de 1991 os recursos computacionais e de rede foram integrados à redeUFSC, permitindo que os mesmos fossem acessados de forma remota e otimizada, o que aumentou o aproveitamento dos recursos disponíveis:

  • Convex C-210 (NPD);
  • Microvax (EMC);
  • 3 estações de trabalho (EMC);
  • 1 sub-rede (EEL).

Em julho do mesmo ano são entregues na UFSC as primeiras estações de trabalho da SUN Microsystems financiadas pelo FINEP e licitadas em 1990. As estações são instaladas no CTC e CFM como parte da implementação do modelo de processamento distribuído em rede na UFSC, concebido em 1989.

Neste período o conjunto de facilidades que começavam a ser disponibilizados pela rede já permitia que os usuários assimilassem o slogan da empresa SUN Microsystem “The Network IS the Computer!”.

The Network IS the Computer!

Expansão do backbone ATM da redeUFSC para 622 Mbps

A partir de , a UFSC amplia o uso da tecnologia de rede ATM (Asynchronous Transfer Mode) com implantação iniciada em 1995. A capacidade do backbone ATM é ampliada de  155 Mbps para 622 Mbps. Entre 1998 e 2003 a tecnologia ATM foi amplamente adotada por parte da UFSC em sua rede local do Campus Reitor João David Ferreira Lima.

Foram utilizadas as tecnologias de enlace ATM LANE (ATM Local Area Network Emulation), ATM Classical IP e MPOA (Multi-Protocol Over ATM), que facilitavam a troca de dados em uma LAN (Local Area Network) através de um backbone ATM. A tecnologia também possibilitava a integração da rede ATM com os protocolos LAN– Ethernet, Token Ring e TCP/IP.