RCT-SC cresce em número de instituições conectadas

Em 1997, existiam mais de 50 instituições conectadas na Rede Catarinense de Ciência e Tecnologia – . Somente parte delas se conectaram diretamente ao POP-SC, as demais se conectaram a UDESC, FURB, UNISUL, entre outras. Conexões típicas para estes enlaces utilizavam tecnologia de transmissão LPCD (Linha Privativa de Comunicação de Dados) em par metálico fornecido por operadoras com velocidades típicas de 19,2 Kbps, 64 Kbps (maioria), 128 Kbps e 2 Mbps.

Enlarge

bone
Backbone RCT-SC em 1997