Criação da rede de longa distância da UFSC ou redeUFSC WAN

Em a UFSC inicia a expansão de sua estrutura para o interior do estado através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (REUNI), com a implantação de 3 novos campi nas cidades de Araranguá, Joinville e Curitibanos, surgindo assim a   (Wide Area Network – Rede de Longa Distância). A rede possui as características de ser tipicamente uma rede privada que abrange uma grande área, interconectando múltiplas LANs (Local Area Network), sendo que no caso da UFSC, a possibilita a utilização de aplicações, serviços e outros recursos centralizados, evitando que tenham que ser instalados novamente nas múltiplas localidades.

Enlarge

Diagrama-de-conexão-dos-campi-através-da-RCT-Set-2010
Diagrama de dos campi através da RCT em Setembro de 2010

As conexões com os novos campi foram viabilizadas através de parcerias com a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Universidade do Contestado (UNC), já conectadas à RCT-SC. No caso do campus Joinville a foi feita através de cabo de fibra ótica com a unidade da UDESC presente na cidade, permitindo uma capacidade de 40 Mbps compartilhados entre as duas instituições. Para o campus de Curitibanos a foi feita por meio de enlace de rádio com a unidade da UNC, conectada inicialmente a RCT na capacidade de 4 Mbps compartilhado também o link entre as duas instituições. O campus Araranguá foi conectado diretamente à RCT com uma capacidade inicial de 4 Mbps.