Primeira mensagem de correio eletrônico em Santa Catarina

UFSC é a precursora do ingresso de Santa Catarina na rede BITNET (acrônimo para “Because It’s Time to NETwork” ou “Because It’s There NETwork“), que ocorreu em meados de  através de uma conexão experimental discada com a FAPESP. Esta abriu as portas da rede e permitiu aos pesquisadores e usuários efetuarem troca de dados/informações com seus pares ao redor do globo, que também tivessem acesso à BITNET. O acesso da UFSC  à rede era feito através de uma única conta de e-mail, criada sob o domínio da , a qual era “compartilhada” pelos usuários da , onde um profissional do NPD operava o serviço, recebendo em disquete os e-mails a serem transmitidos e separando os e-mails recebidos pelo seu assunto, que continha o destinatário, e fazia a sua entrega impressa ou em disquete.