Backbone Ethernet / TCP/IP da início a redeUFSC

Em dezembro de 1990, é implantada a primeira rede local padrão Ethernet/TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol) da UFSC, que interligou diversas unidades do CTC e o NPD, dando assim início ao backbone da redeUFSC. A rede padrão Ethernet com CSMA/CD e capacidade de transmissão de 10 Mbps foi estabelecida utilizando a tecnologia de enlace 10BASE5, também conhecido como “Thick Ethernet” ou cabo coaxial grosso. O cabo foi adquirido com comprimento de 500 metros, limite da tecnologia, e foi lançado entre o prédio da engenharia mecânica e o prédio da direção do CTC na época, passando pelos prédios, departamentos e laboratórios que ficavam neste caminho, tais como NPD, EPS, EEL, INE, LCMI, LABSPOT, ARQ e ENS.

Expandir

diagrama-rede-UFSC-1
Diagrama do backbone da redeUFSC

A escolha por utilizar o Ethernet/TCP/IP se deu pelo fato de ser na época, a única solução independente de fornecedores e presente em quase todos os sistemas computacionais existentes em universidades.

Backbone da redeUFSC é ampliado através de cabo óptico

Em janeiro de 1991 foi instalado o primeiro segmento da rede de fibra ótica da UFSC conectando o CFM ao segmento de cabo instalado no final de 1990. A conexão foi realizada através de uma fibra ótica multimodo com  diâmetro do núcleo de 62,5 microns e  diâmetro da casca 125 mícrons, utilizando um repetidor Cabletron FR-3000 com 2 interfaces, uma para conectar a fibra óptica e a outro o  cabo coaxial. A conexão por meio de fibra óptica permitiu aumentar o alcance da rede e o volume de tráfego de dados entre o CFM e CTC, consequentemente com o NPD, permitindo aos pesquisadores desses centros uma melhor comunicação e compartilhamento de recursos.

Integração de recursos computacionais e sub-redes à redeUFSC

Em março de 1991 os recursos computacionais e de rede foram integrados à redeUFSC, permitindo que os mesmos fossem acessados de forma remota e otimizada, o que aumentou o aproveitamento dos recursos disponíveis:

  • Convex C-210 (NPD);
  • Microvax (EMC);
  • 3 estações de trabalho (EMC);
  • 1 sub-rede (EEL).

Em julho do mesmo ano são entregues na UFSC as primeiras estações de trabalho da SUN Microsystems financiadas pelo FINEP e licitadas em 1990. As estações são instaladas no CTC e CFM como parte da implementação do modelo de processamento distribuído em rede na UFSC, concebido em 1989.

Neste período o conjunto de facilidades que começavam a ser disponibilizados pela rede já permitia que os usuários assimilassem o slogan da empresa SUN Microsystem “The Network IS the Computer!”.

The Network IS the Computer!

Expansão do domínio brufsc.bitnet em Santa Catarina

Em meados de 1992, via um acordo firmado entre UFSC, SED, UDESC e ACAFE, o acesso à BITNET através da utilização do domínio brufsc.bitnet é viabilizado para outras instituições do estado de Santa Catarina por intermédio de um enlace existente entre o mainframe do CIASC e o IBM 3090 da UFSC. A utilização da rede se dava através do acesso disponibilizado nas unidades da Secretaria de Educação, ou seja, as universidades que desejavam acessar a rede se deslocavam para a unidade da Secretaria de Educação de seu município e a partir de lá utilizavam a rede através de um terminal IBM 3270 conectado a rede do CIASC. A utilização da rede na época se dava através da utilização de serviços como correio eletrônico e transferência de arquivos. Todas as contas para uso do correio eletrônico eram criadas no mesmo domínio @brufsc.bitnet independente da afiliação do usuário.

Expandir

conexao_ufsc_ciasc_na_bitnet
Expansão do domínio brufsc.bitnet para o estado através da Secretaria da Educação do Estado via CIASC.