Elaborado projeto redeUFSC 10 Gigabit Ethernet

Em 2005 foi elaborado o projeto para a criação de uma nova redeUFSC pois a infraestrutura existente já não atendia com qualidade os usuários, a convergência de serviços para IP e a nova geração de aplicativos que começavam a se popularizar, tais como VoIP, vídeo conferência, entre outros. Este projeto visava revitalizar a rede, visto que parte importante dos equipamentos da época possuíam mais de 10 anos de uso e havia a necessidade de aumentar do número de equipamentos para realizar a redundância de roteamento da rede e o aumento da capacidade de processamento dos roteadores dado que a falta de processamento gerava indisponibilidades na da rede frente a ataques.  Em 2005 a capacidade de conexão do e da com a Internet atingia valores da ordem de 300 Mbps com planos de expansões significativas o que exigiria maior capacidade da rede local para se beneficiar destas capacidades.

Neste projeto, como estavam previstos enlaces com capacidade de 10 Gbps, buscou-se equipamentos que suportassem esta velocidade, além de darem suporte a pelo menos as tecnologias IPv6, MulticastNetflow ou similar e MPLS (Multi-Protocol Label Switching). Neste viés de atualização tecnológica da redeUFSC, foi prevista a instalação no NPD de dois roteadores/comutadores de 10 Gbps com alta capacidade de processamento e roteamento para formar a camada de da . Os centros administrativos e os de ensino deveriam possuir switches de 1/10 Gbps para formar a camada de distribuição. Já os departamentos e/ou laboratórios deveriam possuir equipamentos Gigabit Ethernet/Fast Ethernet para formar a camada de acesso.

Além dos equipamentos, o projeto previu sistemas de fornecimento de energia elétrica de emergência para o e para os pontos de concentração. 

Enlarge

Backbone-projetado-2005-redeUFSC
projetado para a em 2005